‘Expression Session’; as rapidinhas do surfe

Italo Ferreira, o homem-ar

O potiguar Italo Ferreira vence o Airbone, evento especial ocorrido durante etapa inaugural do circuito principal (CT), em Duranbah, Austrália.

Evento especial promovido pela Red Bull estreia a parceria que inclui iniciativas para além do CT, já que a marca de bebida energética também promoverá o Big Waves Tour (circuito de ondas gigantes) e Big Waves Awards (premiação).

Aérea e fantástica, a final teve Ítalo Ferreira e um aéreo reverso com aterrissagem frontal que lhe valeu mais de sete pontos, o suficiente para o título.

Compilado do SurferToday.com / Reprodução YouTube.

Menos bem-sucedidos foram Filipe Toledo, Yago Dora, Mateus Herdy, Reef Heazlewood e Mitch Parkinson, que disputaram a final em que o vento também marcou presença, prejudicando um bocado as apresentações. Afinal, completar um aéreo, mesmo que simples, já é uma façanha e tanto, com vento soprando contra é algo praticamente sobre-humano.

Ítalo percebeu a vitória com surpresa e tom de superação. “Dois anos atrás eu tive uma lesão aqui e machuquei o tornozelo. Foi destruidor para mim. É louco porque depois de dois anos, ganho agora uma competição de aéreos aqui. Eu não sei como explicar o quão louco é isso pra mim.”

Mais duas etapas do Red Bull Airbone estão confirmadas no calendário do CT (Championship Tour). Uma em Keramas, Bali e outra na charmosa Hossegor, França.

E por falar em ventos

A Liga Mundial anuncia que bons ventos marcam o ano, dando as boas-vindas aos novos e antigos parceiros globais; Anheuser-Busch, Red Bull e Jeep.

O trio dará suporte aos principais eventos, aliados a parceiros regionais importantes como Quiksilver, Roxy, Rip Curl, Billabong, Vans, Boost Mobile, Hydro Flask, MEO, Woolmark, Swatch, Barefoot, Jose Cuervo, Polo Blue, TropicSport e outros.

“2019 está programado para ser um ano memorável à WSL e estamos entusiasmados para recepcionar os novos e antigos parceiros”, diz Sophie Goldschmidt, CEO da liga.

Rosas para uma flor

Chloé Calmon foi recepcionada com pétalas de rosa em seu retorno ao Rio de Janeiro, depois da importante conquista em Noosa, etapa mundial.

A Neutrox, uma das marcas que mais tem apoiado o surfe feminino brasileiro nos últimos dois anos, através da realização do Neutrox Weekend, é também uma das patrocinadoras da atleta.

Chloé Calmon é recebida com carinho em seu retorno ao Rio depois de vitória em evento mundial. Foto Sergio Brigida / Divulgação.

Na ocasião houve distribuição de kits com diversos produtos.

Pausa para ‘blogueiragem’

A blogueira que voz fala testou a linha S.O.S da Neutrox e posso escrever com tranquilidade: faz maravilhas para recuperar fios danificados, (ressecados e/ou quebradiços), resultantes da exposição excessiva ao sol e à água salgada.

John John voltou!

Eu tô feliz porque o menino João João está de volta. Bem-vindo! E não nos abandone mais, por favor?!

Pelé do surfe?

Medina está de apelido novo. Há quem diga que o surfista seja o novo Pelé, mas não se engane. O codinome não tem nada a ver com homenagem e muito menos comparações ao talento de ambos. Por outro lado, faz referência a certa primazia na arte de cultivar polêmica.

Fãs aproveitaram o episódio para lembrar, com saudade, de Ayrton Senna e de como ele era capaz de expressar, de forma impecável, virtudes do que seria um bom atleta.

Além disso, circula na rede “vídeo íntimo” compartilhado pelo próprio surfista em um perfil secreto do mesmo. Chamado de dixx do Instagram, as contas servem para postar o “lado B” das pessoas ou ainda algo que não seja visto por pais, mães, responsáveis. Ou seja, o dixx é muito comum entre pré-adolescentes.

por Janaína

Autor: origemsurf

Compartilhe esse Post

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *