Surfista flagra água-viva ‘gigante’; vídeo

O surfista e fotógrafo de surfe, Rodrigo Nattan Guimarães, 29, flagrou, na última segunda-feira (24), um enorme indivíduo da espécie Phyllorhiza punctata, também conhecida como Australian spotted jellyfish.

A água-viva foi avistada enquanto o surfista fazia uma sessão de SUP (stand up paddle) na Praia de Pernambuco, em Guarujá (SP).

“Parecia uma bola de futebol. A água estava bem clarinha, deu para ver de longe a medusa”, diz Rodrigo.

“Estou sempre no mar e nunca tinha visto uma medusa desse tamanho”

Rodrigo Nattan, fotógrafo de surfe e surfista.

Mais sobre as águas-vivas

Temida por alguns e adorada por outros, a água-viva pode ser considerada, no mínimo, intrigante.

A consistência gelatinosa dos corpos deve-se ao fato de serem compostos por água em 98% de sua totalidade.

Algumas espécies, como a Pelagia colorata, oferecem perigo ao homem. Não é à toa que são conhecidas como “medusas mortais”.

Mas, esse não é o caso da água-viva encontrada por Rodrigo. De acordo com o site Sea Life Base, a Phyllorhiza punctata, além de ser nativa do Brasil, é inofensiva.

Medusa e água-viva são sinônimos. Diferente do que muita gente imagina, o termo “medusa” pode ser usado para identificar inúmeras espécies.

Inclusive, em espanhol, “medusa” significa, literalmente, água-viva.

Assista ao vídeo

Imagens feitas por Rodrigo Nattan.

Assim como nós, Rodrigo também é um admirador da água-viva.

Tanto é que tatuou na perna a figura do animal. “Você acredita que eu já fui queimado? A água-viva agarrou minha perna!” Conta o surfista.

Eu acredito! Seria a “lei da atração” ou pura fatalidade?!

E você, já teve algum encontro inesperado com uma água-viva?

por Janaína

Autor: origemsurf

Compartilhe esse Post

8 Comentários

    • nossa, nem fala Maria Helena, um baita susto <3

      Poste um comentário
  1. Pelas bandas do Guarujá, não somente água viva estão literalmente vivas(apesar da terrível poluição). Mas presencio sempre tartarugas. Em especial em Tortuga e mais ainda Sorocotuba.

    Poste um comentário
    • Pois é, Marcio, esses animais são ‘guerreiros’! Um grande abraço e obrigada por contribuir e somar com a gente!

      Poste um comentário
    • hahaha pior que é. e parece que com plástico ninguém se surpreende muito…quem sabe um dia alguém inventa uma receita deliciosa: Ragu de Polipropileno, ao molho de Policloreto de Vinila, com crispy de plástico bolha… aí a gente pode comer plástico sem culpa

      Poste um comentário
  2. Eu tbm prático Sup e filmei uma na praia da Baleia em São Sebastião muito parecido com a sua, ela é linda com peixinhos em volta

    Poste um comentário

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *