Gabriel Medina brilha no Taiti, com onda perfeita e nota 10

Além de Medina, Caio Ibelli, Adriano de Souza e Jadson André se destacaram no dia de ontem (27), durante etapa em Teahupoo, a Tahiti Pro 2019, apresentada esse ano pela Hurley

Por Janaína

Depois de um começo satisfatório – porém pouco surpreendente – de Gabriel Medina no Taiti, o brasileiro surfou onda com tubo massivo e arrancou a nota máxima dos juízes.

Tratando-se de Medina, um dez é algo completamente esperado, certo? Mas, o que dizer da performance do paulista Caio Ibelli e de Jadson André?

Jadson André foi gigante! Credito: © WSL / Dunbar

Contudo, na minha opinião, nada foi mais surpreendente do que o resultado do confronto entre Adriano de Souza e Italo Ferreira. O surfista de Baia Formosa foi impecável, mas mesmo assim não foi capaz de superar Mineiro. O paulista parecia uma máquina trituradora de adversários…

Superação até a página dois

Monstruosa, assustadora, letal, massacrante. Teahupoo pode ser muita coisa além de linda, fascinante e perfeita.

Algumas séries “insurfáveis” em Teahupoo, as chamadas “slabs”. Foto WSL/Cestari.

Para o brasileiro Willian Cardoso, a tarde de ontem motivou um post emocionado no Instagram, em que, corajosamente, Panda, como é conhecido, expôs “um lado” que poucos homens na sociedade atual são capazes de mostrar.

Teahupoo e Pipeline são os meus maiores desafios, hoje não me senti à vontade, tive medo, foi meu primeiro Teahupoo de verdade, grande e desafiador, não consegui me superar, mas não vou desistir, continuar surfando para melhorar minha técnica e me sentir à vontade em ondas como essa! Queria parabenizar todos os brasileiros do circuito que deram um show à parte! Com vcs vou aprendendo!

Willian Cardoso, o Panda

Mas não foi só Cardoso que pareceu ter ficado petrificado diante da monstruosidade azul de Teahupoo. Yago Dora, Filipe Toledo e Jesse Mendes também não pareciam confortáveis (se é que isso é possível, ficar a vontade em um mar de Teahupoo com ondas quebrando acima dos 10 pés).

Assista ao dez de Gabriel Medina no Tahiti Pro 2019

Um nove alto e um dez, dá pra ser melhor que isso???

Ao que tudo indica, hoje tem mais Tahiti Pro ao vivo, já que a próxima chamada está programada para às 9h30 (horário local). Por aqui, já devemos curtir o show no comecinho da tarde!

Então, deixa aquela pipoquinha no jeito e se prepara pra pular do sofá. Afinal de contas, deve ser mais um dia histórico de surfe em Teahupoo.

🙂

Autor: origemsurf

Compartilhe esse Post

4 Comentários

  1. Achei que Yago estava bem desconfortável, por outro lado o Felipinho e o Jesse, acho que não!!!!

    Poste um comentário
    • pois é, realmente incomparável o nível de desconforto, se é que podemos falar assim, mas achei que o Filipe se posicionou mais pro “rabo” da onda, por isso nao minha visão era incapaz de pegar um tubo deep… valeu pelo comentário!! e tá rolando!!

      Poste um comentário
        • haha peidou nada, achei que ele surfou muito.. haha bjs e boas ondas, jana

          Poste um comentário

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *