Etapa patrocinada por produtora de maconha medicinal consagra surfistas locais

Big Wave

Paige Alms e Billy Kemper, ambos do Havaí, conquistaram a etapa do circuito de ondas grandes da WSL, a cbdMD Jaws Big Wave Championships.

por Janaína Pedroso

Mulheres enfrentam condições desafiadoras em Jaws. Foto WSL / Saguibo

Finalizada ontem, com ondas de até 15 metros, em Jaws, Pe´ahi na Ilha de Maui, o evento contou com a presença do brasileiro Lucas Chianca. Apesar de ter sido derrotado na semi, o surfista foi um dos grandes destaques do evento.

Apesar de derrotado na semi, Chianca foi um dos grandes destaques do evento. WSL / Saguibo

Presença brasileira na categoria feminina

Também participaram da etapa as brasileiras Michaela Fregonese, que chegou à final e Raquel Hercket, que apesar de não ter pego nenhuma onda, agradeceu o convite para participar do evento.

Sou a mais pirralha de todas as mulheres convidadas, então me sinto super honrada de estar do lado de um monte de mulher casca grossa, que vem me inspirado muito no decorrer desses anos.

Raquel Heckert, em post no Instagram
Michaela Fregonese fez a final do evento, tendo ficado em segundo lugar na semi. Foto WSL/ Saguibo 

Vacas fenomenais

Embora os surfistas tenham pego tubos e feito drops de tirar o fôlego, o evento também contou com vacas (caldos) assustadoras.

Reprodução Instagram.
 Essa doeu. WSL / Miers

Surfe de onda grande tem idade?

Pode parecer mentira, mas este ano o evento contou com a presença de Ty Simpson-Kane, de apenas 15 anos de idade.

Habituado com Jaws desde os 13, o surfista mirim terminou com a 17ª colocação, entre 24 participantes.

Ty Simpson-Kane de 15 anos de idade, pasmem! WSL /Saguibo

O que você fazia, ou faz, aos 15 anos?! Eu, definitivamente, nem em sonho ou pesadelo me imaginava numa onda dessas….

Autor: origemsurf

Compartilhe esse Post

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *