Como tornar o surfe mais divertido

Mar, água salgada, adrenalina, endorfina, sol, praia, final de semana, férias, corpos esculpidos ao esforço de remadas, joelhinhos e drop’s verticais.

por Janaína Pedroso

O surfe é há tempos um esporte cool e por que não sexy. Ainda que parcelas conservadoras da sociedade desejassem colocar o esporte na lista dos proibidos e praticados por maconheiros vagabundos, o surfe já era motivo de veneração para muita gente.

Talvez a Califórnia e o modelo estereotipado de surfista parafinado tenha contribuído, quem sabe as peitudas do Baywatch, ou ainda Kelly Slater que especialmente quando conservava belas madeixas poderia muito bem ser garoto propagando de perfumaria gringa. Que homem!

Mas deixemos de lado os padrões. O texto tem justamente o intuito de desconstruir alguns paradigmas. 

Pois bem, apesar de toda beleza, o surfe, como qualquer outra coisa na vida, conserva um lado negativo. Individualismo, tretas homéricas, machismo, preconceito, rivalidade. Sem falar das contusões e frustrações pessoais. Quem nunca saiu decepcionado de uma sessão de surfe que tinha tudo para ser a melhor da vida?

Então, como deixar o lado negativo do esporte “de lado” e potencializar o que ele tem de melhor?

Vamos a uma breve lista:

  1. Prepare-se antes da sessão de surfe: eu não estou dizendo pra você fazer uma hora de meditação ou se tornar, do dia para noite, o senhor e senhora mindfulness. Mas reserve nem que seja 5 minutos para realizar respirações profundas,com olhos fechados, mentalize uma queda perfeita. Agradeça a oportunidade que está prestes a ter. Afinal, surfar é um privilégio!
  2. Faça um aquecimento antes de surfar. Aqueça musculaturas do pescoço, braços, pernas. Movimente articulações: joelhos, virilhas. Além de prevenir lesões sua performance será outra: acredite!
  3. Esqueça o que ficou para trás, se teve um dia de cão! Agora você está no seu templo sagrado e tudo o que está acontecendo deve ficar para depois. Concentre-se no agora e aproveite o presente. Você está no mar!
  4. Chegue no outside e contemple ao seu redor! Olha essa beleza! Sorria, você está prestes a deslizar sobre as ondas. 
  5. Lembre-se: o “crowd também é gente”, tenha compaixão e empatia por seu irmão ou irmão surfista. Assim como você, eles também estão esperando pela “onda do dia”. Portanto, controle suas emoções!
  6. Seja gentil! A frase gentileza gera gentileza faz sentido no mar! Não precisa ser o bobo da corte, puxa saco de nenhum local marrento, só observe quem está ao seu redor e tenha calma, pois sua onda vai chegar!
  7. Comemore a onda dos amigxs! Essa dica pode parecer uma bobagem, mas juro que não é! Quando você vibrar positivo pelas conquistas do outro algo de mágico acontecerá. Faça o teste!
  8. Aprenda com seus erros. A vida é um eterno aprendizado e não há vitória sem dor. Então, valorize suas perdas, elas são essenciais para você se tornar um/uma surfista melhor.
  9. Se comprometa! Faça um plano, trace uma meta, imponha objetivos a você. Assim, terá sempre um estímulo!

Um ano cascudo

De fato, o ano de 2019 não foi nada fácil. Como escrevi acima, os tropeços levam à evolução. Esse ano, aprendi que não devo responder às inúmeras ofensas que recebo através dos comentários deste blogue. Que a internet é maravilhosa e detestável ao mesmo tempo e que uma mulher escrevendo incomoda muita gente.

Embora tenha sido um ano de energias pesadas, muita coisa boa aconteceu! Assim, com esse espírito positivo, na mente e coração, quero te desejar um ótimo Natal! E que 2020 seja mais leve e repleto de conquistas. 

Por fim, espero que ano que vem você realize sonhos: aquelas férias merecidas naquele destino maravilhoso, ou finalmente pegue o tubo da vida, complete uma nova manobra, ou simplesmente consiga deslizar pela primeira vez em uma parede de água salgada!

Então, até lá!

Horizonte azul. Que privilégio o nosso, surfista! Foto Adobe Stock.

Autor: origemsurf

Compartilhe esse Post

8 Comentários

  1. Muito legal seu blogue. Continue escrevendo sobre este mundo tão maravilhoso que é o surf!

    Poste um comentário
  2. O que eu posso falar do surf. Sport, universo, rara, frequência. Isso para mim é o surf. Aloha

    Poste um comentário
  3. A L O H A! Parabéns pelo blog, só boas ideias!!! Parabéns e obrigado!!

    Poste um comentário
  4. Aloha, Janaína! Obrigado, também a você um ótimo ano e muitas o das. E, muito amor, compaixão e gentileza para nós no outside, lá vamos. Bora surfar…

    Poste um comentário
    • Valeu Janaína! Seus textos são sempre inspiradores !!! Feliz 2020 !!!

      Poste um comentário
  5. Aloha. Que Deus nos abençoe sempre. Obrigado senhor por ter nos proporcionado boas ondas, boas companhias e bons momentos no mar. Boas ondas a todos.

    Poste um comentário
  6. Muito show a matéria, realmente inspiradora…deu até vontade de dar uma caída! Parabéns…surfar é realmente um privilégio, bora viver intensamente cada segundo.

    Poste um comentário

Enviar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *