A nova geração do surf (e a antiga também)!

Vinicius Mabel arrancou um 10 dos juízes na final da Junior. Foto Eder Fausto

Maior campeonato municipal de surf do Brasil mostra que o futuro do esporte no país está garantido

Foi lindo de ver. A última etapa do Ubatuba Pro Surf 2016 que rolou na Vermelha do Centro, último final de semana, deixou claro: o futuro do nosso amado esporte está garantido. A cidade conhecida como a Capital do Surf viu brilhar seus talentos. Nascidos, criados ou recém-chegados, fica difícil não se apaixonar por Ubatuba.

A origem do nome, na língua Tupi, quer dizer “lugar de canoas”. O que os nossos antepassados de pouca roupa e muita sabedoria não imaginariam é que a terra deles um dia fosse ser reconhecida mundialmente, não pelas canoas, mas sim pelas pranchas de surf.

Aos trancos e barrancos, a última etapa finalmente saiu. Nas entrelinhas, houve quem dissesse que o mais tradicional campeonato da cidade ficaria sem sua etapa final. O motivo? Falta de verba.

Mas, felizmente rolou, e os atletas presentes não desperdiçaram a oportunidade de mostrar talento. Foi show de surf. A praia dispensa comentários, apelidada carinhosamente de Vermelhinha, é linda e poderosa com suas esquerdas e direitas tubulares e cristalinas. Quem já pegou o “saquinho” de gala deve concordar comigo.

Entre as meninas, Kyani Cristina e Luiza Marques se deram melhor. Na profissional, os irmãos Hizunome e Tamae Bettero fizeram final emocionante, e Tamae levou a melhor. Na Junior, Vinicius Mabel extrapolou tudo e arrancou um 10 dos juízes e o título da etapa.

Confira a lista dos finalistas e a galeria de fotos.

Feminino PRO/Am

  1. Kiany Cristina 12.00
  2. Nayara Bulhões 8.10
  3. Açucena Vaz 6.30
  4. Maria Isabel 4.15

Feminino Iniciantes

  1. Luiza Marques 11.50
  2. Maria Isabel 9.75
  3. Luana Soares 4.20
  4. Naire Marques 2.20

Masculino PRO/Am

  1. Tamae Bettero 12.75
  2. Hyzunome Bettero 12.25

Open

  1. Pedro Aguiar 12.90
  2. Everton Silva 12.65
  3. Gilberto Pereira 10.00
  4. Daniel Araujo 8.50

Junior

  1. Vinicius Mabel 15.00
  2. Mateus Gomes 12.80
  3. Raul Reis 12.15
  4. Rubens Ferreira 9.50

Mirim

  1. Mateus Gomes 17.65
  2. Kauan Terra 10.60
  3. Daniel Adisaka 10.20
  4. Gabriel de Souza 3.90

Iniciantes

  1. Daniel Adisaka 13.00
  2. Kauan Terra 12.50
  3. Raian Nogueira 4.95
  4. Pedro Motta W.O

Estreantes

  1. Gabriel de Souza 13.25
  2. Lucio Rosário 8.25
  3. Murilo Coura 7.40
  4. Felipe Collete 4.90

Petit

  1. Guilherme Fernandes 14.00
  2. Aleaby Leite 6.95
  3. Murilo Coura 5.80
  4. Pedro Camargo 4.70

Longboard Open

  1. Fabio Alves 13.75
  2. Maike Finesse 11.25
  3. Marcelo Guimarães 6.40
  4. Fabio Tavares 6.35

Longboard Kahuna

  1. Fabio Chati 9.50
  2. Carlinhos Roberto 9.20
  3. Gustavo Calice 7.40
  4. Alfredinho Correa 6.25