Surf Sustentável: Compromisso com o Meio (Ambiente)

Kelly Slater é um dos embaixadores do projeto ECOBOARD.

A revista Science Magazine divulgou, na semana passada, novo relatório com dados assustadores sobre o aquecimento global. Mas o que o surf tem a ver com isso?

O estudo da revista Science aponta que hoje a Terra tem a mesma temperatura que há 125 mil anos, época em que os oceanos elevaram seus níveis em até 9 metros.  E o que isso quer dizer? Quer dizer, que se o ritmo continuar o mesmo, é muito provável que milhares de cidades litorâneas desapareçam do mapa. Mas, como conter esse avanço? Nós, meros mortais somos capazes de frear esses dados assustadores?

Use filtro solar, coma verduras, beba água, pratique esporte e viva em equilíbrio. Frases que já ouvimos infinitas vezes. Mas, é preciso de fato comprometer-se com essas premissas que muitas vezes nos parecem puro clichê. E acima de tudo, adotar práticas que interfiram no bem-estar comum. Viver de forma mais simples parece ser a chave para o sucesso. Quando se assume um estilo de vida menos consumista e mais consciente nos tornamos agentes ativos em prol de mudanças benéficas em nome, não só de si próprio, mas também do entorno.

E o que isso tem a ver com o surf? Os surfistas são seres privilegiados, pois desfrutam do convívio com a natureza, o que muitas vezes faz com que se crie uma conexão capaz de tornar os desejos mundanos insignificantes. Ou seja, trocamos qualquer luxo por um minuto dentro de um tubo. Mas, o que os surfistas têm feito a respeito? Estamos retornando à natureza toda a alegria e prazer que ela nos proporciona? (é piegas, eu sei, mas no fundo é isso). Os surfistas precisam se concientizar mais e a indústria do surf não parece estar comprometida com o meio ambiente como deveria.

Se avaliarmos, por exemplo, os materiais com que são feitos as pranchas de surf tomamos um susto. É extramente poluente. E quais fábricas estão comprometidas com práticas menos evasivas? E a parafina, já parou pra pensar do que é feita? Seu guarda-sol é reciclável? Questionar é a grande sacada. Consumir produtos que não agridam o meio ambiente é essencial. Afinal, o futuro dos mares e das praias depende de nós. E mais uma vez é preciso cair no clichê e lembrar que se cada um fizesse sua parte o mundo seria melhor.

Confira alguns produtos e fabricantes comprometidos com a preservação das praias e meio ambiente.

Ecotent – Novidade no mercado de acessórios outdoor, essa tenda de praia chegou pra revolucionar. Biodegradável, reciclável e máxima proteção solar são alguns dos diferenciais da marca. As qualidades não param por aí, a Ecotent é super fácil de montar, estilosa e resistente ao vento.

Tenda Ecotent model Aloha
Tenda Ecotent model Aloha

Osklen – A marca brasileira é pioneira quando o assunto é inovação. Desde 2000, Oskar Metsavaht, proprietário da marca, desenvolve pesquisas com o objetivo de descobrir tecidos e tecnologias sustentáveis por meio do Instituto E.

Vissla – Californiana, a marca chegou ao Brasil há pouco tempo e também compartilha uma filosofia bem bacana, baseada na utilização de fibra de coco e tecidos feitos com garrafa PET.

BeeSurfWax – A parafina ecologicamente correta é feita de cera de abelha e promete a mesma aderência das parafinas tradicionais (e super poluentes).

Parafina Ecologicamente correta.
Parafina Ecologicamente correta.

CrixoSurfboards – Pranchas desenvolvidas com matéria prima renovável e sistema de produção sem impactos ambientais. Além de ecologicamente corretas elas são lindas.

SUP eco-friendly!
SUP eco-friendly!

Five Oceans – Criada por dois australianos essa marca produz quilhas de prancha a partir do lixo marinho.

Quilhas feitas com material vindo do lixo recolhido do mar.
Quilhas feitas com material vindo do lixo recolhido do mar.

ECOBOARD – mais do que um produto, a ECOBOARD é um projeto comandado pela ONG Sustainable Surf, que tem como foco incentivar o uso de produtos sustentáveis na fabricação de pranchas. Para ser uma EcoBoard são necessários três pré-requisitos: (1) Bloco: espuma feita com no mínimo 25% de espuma reciclada ou 25% de conteúdo biológico. (2) Resina: deve ser feita com no mínimo 15% de bio-carvão com COVs zerados ou muito reduzidos. (3) Estrutura alternativa: A estrutura de uma prancha de surf deve ser feita de material biológico sustentável ou material renovável (como madeira) que forneça a maior parte do material da prancha e de sua integridade estrutural – e por consequência reduza a quantidade de espuma e resina necessários para fabricar uma prancha.

Ecoboard
Ecoboard

OUTERKNOWN – A marca do 11 vezes campeão mundial Kelly Slater é totalmente sustentável, sob o lema “Sustentabilidade  significa inovação responsável”.

Kelly comprometido com o futuro do planeta.
Kelly comprometido com o futuro do planeta.

 

Você conhece alguma marca ou produto eco-friendly que ficou de fora da nossa lista?  Escreva pra gente!!