Brasileiro vence QS prime no Havaí e quebra jejum de mais de 30 anos!

Filipinho dá show de surf em etapa prime do QS. Foto WSL.

Nunca na história do surf mundial um brasileiro conquistou o lugar mais alto do pódio no Havaí em uma etapa do QS valendo 10.000.

Depois da traumática etapa da China, Haleiwa lava a alma, com excelentes performances dos atletas em QS prime.

“É maravilhoso, realmente incrível, porque senti o gosto da vitória em 2015, quando fui vice-campeão, mas agora consegui o título aqui, o primeiro brasileiro, é incrível isso”, disse Filipe Toledo.

Wiggolly Dantas também fez bonito e finalizou com a terceira colocação. Guigui abusou das rasgadas e do backside poderoso para impressionar os juízes e espectadores que lotavam a praia de Haleiwa, Havaí.

Ele está focado em brigar pela vaga no Billabong Pipe Masters, já que no momento, o surfista de Ubatuba ocupa a 24.a posição no ranking do CT.

Por enquanto, Guigui está fora do grupo dos 22 primeiros que são mantidos na elite para 2018. Porém, ainda pode garantir a permanência caso conquiste um bom resultado em Sunset Beach, que começa no próximo (24) sábado.

Quem também ficou feliz da vida com a etapa de Haleiwa foi o brasileiro Tomas Hermes. A performance garantiu vaga para o CT em 2018.

Brasileiro entra para o CT em 2018. Foto WSL.

Willian Cardoso, o Panda, foi outro brasileiro a confirmar sua entrada para a tão sonhada elite do surf mundial.

Mineiro apesar de chegar até as semis não apresentou o surf que está acostumado a mostrar.  O paulista esteve doente e havia passado quatro noites sem dormir antes do evento.

Em post no Instagram, Adriano agradece à equipe médica do evento. “Difícil competir doente, estou sem dormir por 4 noites seguidas e competir nessa situação. Obrigado os médicos da WSL e ao Dr. Marcelo por me orientar com as medicações nestes oito dias de cama”.

Mineiro compartilha com seus seguidores agradecimentos aos médicos do Tour. Reprodução Instagram.

Agora é torcer pelo Brasil em Sunset em mais uma disputa eletrizante da divisão de acesso da elite do surf mundial.